Para empoderar a sua empresa, vá de coaching!

Uma das perguntas que mais ouço é sobre os impactos do coaching no ambiente empresarial. Que efeitos o processo de coaching pode gerar nas organizações? O que uma empresa ganha ao adotar essa abordagem em seus processos?

Inicialmente, pode-se pensar que o coaching traz benefícios apenas na esfera individual. Porém, quando uma empresa passa a adotar uma administração que considera preceitos como diálogo, cooperação e autodesenvolvimento, os resultados são positivos para a companhia como um todo.

É fato: as empresas que adotam o que chamamos de “cultura coaching” conseguem ampliar a produtividade dos seus colaboradores. E isso porque ocorre uma mudança na gestão – de uma administração baseada em comando e controle, passamos então para um ambiente de colaboração e engajamento.

Os líderes que adotam as técnicas do coaching conseguem construir com suas equipes ações conjuntas para alcançarem as metas estratégicas da organização. Graças a essa abordagem colaborativa, buscando em cada profissional sua importante contribuição, há um incentivo à criatividade. É natural que nesse novo ambiente surjam novas ideias e abordagem diferentes das convencionais.

Com a equipe “mais à vontade”, os profissionais podem investir em seu autodesenvolvimento – o que significa, na prática, que as organizações crescem de forma simultânea à evolução de cada um do time. O aumento da produtividade e a ocorrência de resultados efetivos são consequências certas, assim como a retenção dos talentos.

Com o coaching, os líderes aprendem a ouvir mais os seus liderados, e também a se comunicar de forma mais efetiva. Como passam a se sentir encorajados, ouvidos e apoiados, os colaboradores passam a entregar mais, ao mesmo tempo em que passam a ter ferramentas para conciliar de forma equilibrada a relação trabalho/vida pessoal.

Como uma “cola” unindo alta direção, líderes e liderados, o coaching possibilita também que a empresa consiga passar por momentos de crise conjuntural de forma mais coesa e sólida. A busca por soluções “inéditas” ou alternativas – que são incentivadas por esse novo ambiente colaborativo – pode ser a grande razão para que esta empresa consiga se diferenciar das demais nos momentos turbulentos.

Embora num primeiro momento sejamos levados a pensar numa abordagem coaching associando-a à figura do líder, é esperado que a equipe toda seja beneficiada. Afinal, o líder coach atua como um educador, um professor que forma novas gerações de líderes na organização. Os efeitos benéficos, assim, são abrangentes e generosos.

É por isso que falamos que, ao adotar uma abordagem coaching, toda a organização sai ganhando, não apenas os líderes que, inicialmente, podem ser qualificados. Não importa se a empresa é de pequeno, médio ou grande portes: os bons ventos são garantidos. E, o mais importante: como se trata de uma mudança na cultura da organização, os efeitos com certeza serão implantados em mais de uma geração de profissionais.

E aí: convencido do empoderamento do coaching para a sua empresa?

 

* Giovanna Caseli é coach executiva, pessoal e de carreira. Focada em conectar membros de famílias empreendedoras. Saiba mais em www.giovannacaseli.com.br.