Coaching veio pra ficar

Procura pelo coaching como ferramenta para líderes e gestores aumentou nos últimos anos.

Governo do Estado institui metodologia como ferramenta de gestão. Mercado brasileiro cresceu mais de 300%

Nesta semana, o Governador Pedro Taques assinou decreto estadual formalizando a metodologia de coaching como ferramenta de gestão pública em Mato Grosso. A medida apenas sinaliza a importância que a técnica assumiu nos dias de hoje em todos os ambientes de tomada de decisão e gestão de talentos.

“É fato que a metodologia coaching é eficaz e traz resultados tanto para a iniciativa privada como para o setor público. O aprimoramento das lideranças e a potencialização dos resultados das equipes beneficiam todos os ambientes de gestão”, observa a professional coach Gioivanna Caseli, especialista em empresas familiares.

Só no Brasil, o coaching vem registrando um crescimento exponencial. Dados da International Coach Federation (ICF) mostram que o mercado foi ampliado em mais de 300% nos últimos quatro anos.

O fato de o Brasil passar por uma crise política e econômica atualmente não é impeditivo para a expansão do segmento. “As crises, de forma geral, são um terreno fértil para o coaching. A metodologia permite ir além dos problemas, buscar soluções criativas, e engajar os colaboradores a partir de uma participação mais ativa no negócio. Isso costuma surtir efeito positivo, prevenindo ou combatendo os efeitos de crises de mercado ou conjunturais”, observa Giovanna Caseli.

Embora a ICF calcule que o Brasil tenha chegado, em 2015, a 25 mil coaches, ainda há um ambiente para o crescimento da atividade no país. “Está crescendo, mas ainda falta muito para a cultura coach se implantar de fato no ambiente corporativo e de gestão pública. Ainda nem chegamos perto dos números norte-americanos. Nos Estados Unidos, sabe-se que mais de 90% das empresas já adota o coaching em seus processos de gestão”, cita a coach cuiabana.

Em Mato Grosso, o coaching gradativamente vem ganhando espaço. Além da medida recente do Governo do Estado, a procura por cursos de formação também tem sido percebida. “A demanda tem surpreendido, mostrando que os profissionais e as empresas com visão estratégica identificam o valor agregado que a metodologia pode trazer para suas organizações”, aponta Giovanna Caseli.

A coach é responsável pela chegada do The Coaching Clinic Program em Mato Grosso, um treinamento intensivo de dois dias que ensina a gestores e líderes sobre como implantar em suas abordagens cotidianas a metodologia internacional desenvolvida pela Corporate Coach U (CCU). Considerada a maior escola mundial de formação de coaches, a CCU dissemina sua técnica por todo o globo, e, agora, também em Mato Grosso.

The Coaching Clinic Program em Mato Grosso já formou mais de 30 gestores coaches.

“Já realizamos duas turmas neste primeiro semestre, em Cuiabá e Rondonópolis. Em seguida iremos para Sinop e em setembro voltaremos para a segunda turma na capital”, informa Giovanna Caseli. O curso é indicado para profissionais que fazem gestão de equipes e têm atuação estratégica. “Não é um curso de formação de coaches, mas uma oficina que permite aos participantes desenvolverem a técnica do coaching em suas práticas diárias”, explica.

Ana Paula Vidotti, proprietária da Lelo Tour Turismo, de Cuiabá, e franqueada da sorveteria Chiquinho em Várzea Grande, aprovou a metodologia. “A clínica mudou minha forma de pensar a gestão e me deu ferramentas importantes. Foi um divisor de águas”, afirma.

Ainda há vagas para as próximas turmas do The Coaching Clinic Program. Clique aqui para saber mais.